facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1177 - Já nas bancas!
08/11/2019

Mais duas suspeitas de sarampo são investigadas em Irati

Mais duas suspeitas de sarampo são investigadas em Irati

A Secretaria de Saúde de Irati investiga mais duas suspeitas de sarampo no municipio. O caso são de duas moradoras de Irati, que estudam em União da Vitória e usam a mesma van para o deslocamento. Elas começaram a ter sintomas de sarampo na terça-feira (05).

A pasta convocou novamente as pessoas que estiveram nos locais abaixo relacionados, que compareçam em qualquer sala de vacinação, com a carteirinha de vacinas em mãos, a fim de averiguar seu estado vacinal e fazer a dose de bloqueio se for necessário:

Quarta-feira (30/10): Sicredi das 9h às 10h; Floricultura Art Viva das 9h30 às 10h; Supermercado G-center da Munhoz das 09h30 às 10h30. Sexta-feira (01/11): Ivasko da Dona Noca das 11h30 às 12h30; Cemitério Municipal das 13h às 17h; no Cavalin Bora das 17h às 19h. Sábado (02/11): Cemitério das 17h30 às 19h30; Farmácia Trajano das 19h30 às 20h; G-center da 19, Praça de alimentação, das 20h às 22h; Supermercado G Center da 19, das 15h às 18h. No domingo (03/11): Farmais das 21h30 às 22h; Terça (05/11): Pronto atendimento das 9h as 10h30.

O município de Irati já confirmou o primeiro caso de sarampo. Trata-se de um rapaz que havia entrado em contato com uma pessoa em Curitiba que foi diagnosticada posteriormente com sarampo.

Vacinação

A vacinação contra o sarampo é a melhor forma de prevenir a doença e está disponível nas unidades básicas de saúde. Bebês de seis meses a um ano devem tomar uma dose extra. Bebês de um ano a pessoas de 29 anos precisam ter duas doses na carteira de vacinação. Acima dos 30 anos, apenas uma dose.

Neste mês também acontece a segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra o sarampo. De 18 a 30 de novembro o foco será em pessoas entre 20 a 29 anos, principais atingidos pela doença no Brasil.

Texto: Da Redação/Hoje Centro Sul

Foto: Assessoria PMI