facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1177 - Já nas bancas!
25/10/2019

Sede do Governo do Estado foi transferida para Ponta Grossa

Sede do Governo do Estado foi transferida para Ponta Grossa

Ponta Grossa tornou-se sede do Governo do Paraná por dois dias, quarta-feira (23) e quinta-feira (24). Nestes dias, toda a equipe da administração pública estadual despachou do Centro de Eventos da cidade, onde ocorre a Feira Paraná, que teve início dia 18 e prossegue até o dia 27 de outubro.

No dia 23, o governador Carlos Massa Ratinho Junior e o vice-governador Darci Piana foram recepcionados pelo prefeito de Ponta Grossa Marcelo Rangel. “É muito especial para os Campos Gerais o fato de termos a presença do Governo do Estado no município, durante uma grande feira, que é representativa para o Paraná”, disse o prefeito.

Ratinho Júnior enfatizou a proposta aproximar o Governo das pessoas.  “Estamos repensando a maneira de fazer gestão pública no Paraná. Levamos toda a equipe para prestigiar a cidade e a região e trabalhar próximo da população”, disse o governador.

Neste ano, Cascavel, Londrina e Maringá também já receberam a sede do Executivo e do Legislativo Estadual, durante eventos agrícolas tradicionais.

Além de despachos do governador, vice-governador, secretários, diretores de autarquias e empresas públicas e deputados estaduais, a agenda em Ponta Grossa incluiu reuniões com lideranças e prefeitos dos Campos Gerais. Também a inauguração do Colégio Estadual Linda Bacila e do Parque Ecotecnológico. E ainda o lançamento do programa habitacional da Cohapar voltado a pessoas idosas.

Contorno norte

Ao lado do secretário de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, o governador anunciou a construção do contorno Norte em Ponta Grossa, para desviar o tráfego pesado da BR-373, que corta a cidade.

O contorno terá extensão de 12,8 quilômetros. A obra fará parte do novo pacote de concessões de rodovias do Estado, que inclui também os contornos de Cascavel e Londrina.

O novo pacote de concessões aumenta o anel de integração de 2.500 para 4.100 quilômetros as rodovias concedidas. A obra do contorno Norte de Ponta Grossa estava prevista no contrato inicial de concessão firmado pelo Governo do Estado em 1997, mas não foi realizada.

“Agora já está tudo certo com o Governo Federal. O contorno de Ponta Grossa vai integrar o novo lote de concessões”, disse Sandro Alex, secretário da Infraestrutura e Logística. “Isso vai resolver de vez um dos maiores gargalos do Estado”, completou.

Projetos

O  governador ainda destacou outros projetos para Ponta Grossa. Ele citou a ampliação da malha aérea estadual, com o programa Voe Paraná, e também modernizações no Aeroporto de Ponta Grossa, e a concessão do Parque Estadual de Vila Velha.

Texto: Da Redação/Hoje Centro Sul

Fotos: Ciro Ivatiuk/Hoje Centro Sul

Galeria de Fotos