facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1164 - Já nas bancas!
09/09/2019

O que é civismo?

O que é civismo?

Com a chegada do Dia da Independência, comemorado no último sábado, dia 7 de setembro, muitas pessoas têm comentado a necessidade de praticar o civismo. Mas você sabe o que realmente é civismo?

O jornal Hoje Centro Sul foi às ruas em Irati perguntar para a população o que é civismo. A maioria das pessoas confessou não saber o que significa a palavra e poucos arriscaram dizer o que é civismo. Os palpites foram da prática da civilização aos deveres de cada cidadão.

Segundo o historiador e professor, Daniel Medeiros, civismo é o exercício da vida pública. “Pode ser expressado pela busca por conhecimento pela vida pública e pelas boas práticas da civilidade, que é o efeito do civismo”, explica.

O jornalista e cientista político, Carlos Irineu, explica que além da cidadania e republicanismo, o civismo está ligado ao patriotismo. “Está muito ligados às práticas e comportamentos dos cidadãos na defesa de valores específicos relacionados à nossa pátria no dia a dia. Podemos dizer, ainda, que ele preserva a harmonia e o bem-estar de todos. Um exemplo de civismo é a comemoração do 7 de setembro, onde o povo brasileiro reverencia e homenageia a Independência do Brasil ao Reino de Portugal há quase dois séculos”, conta.

Neste caso, práticas como o hasteamento da bandeira e o canto do hino nacional são alguns atos cívicos.

Nação

As comemorações também ajudam a destacar a importância do conceito de nação. “Entende-se que uma nação é unida pelos seus hábitos, tradições, religiões e língua. Sendo assim, espera-se que esse grupo de classe possua o mesmo espírito patriótico”, explica o cientista político.

O professor destaca que o civismo ajuda a respeitar a história de uma nação. “O respeito pela diversidade, pela dignidade humana, pela liberdade e pela integridade do ambiente público no qual todos vivem são formas de exercício do civismo. A nação é a construção histórica de um povo e também dos signos de identidade dessa construção comum. O civismo traduz por meio de atitudes o respeito a essa história. À lembrança das lutas democráticas, contra a exploração, pelo cidadão e pela qualidade de vida são práticas cívicas fundamentais para o desenvolvimento de uma nação moderna e democrática”, conta.

O que é civismo?

Fizemos a pergunta nas ruas e algumas pessoas arriscaram alguns palpites. Confira:

“Civismo é um derivado do civil. Vivemos numa civilização. Somos civilizados porque um respeita o outro, vivemos uma civilização”

Alexandre de Oliveira, 40 anos

“Acho que é ser patriota. É difícil explicar, mas é exercer cidadania, ser um cidadão consciente, se preocupar com a cidade que moramos, o estado, o país”

Juliana Mores, 35 anos

“Alguma coisa relacionada à civilização, o fato de ser civilizado com outros”

Wagner do Carmo, 21 anos

Texto: Karin Franco

Fotos: Karin Franco/Hoje Centro Sul