facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1171 - Já nas bancas!
06/08/2019

Ordem de serviço para construção do Centro de Eventos de Irati é assinada

O novo espaço terá capacidade de abrigar até 2 mil pessoas e a obra deverá ser feita em um ano no, CT Willy Laars. O investimento é de R$ 3 milhões, com recursos do Governo Estadual e contrapartida municipal

Ordem de serviço para construção do Centro de Eventos de Irati é assinada

Na última quarta-feira (31) foi assinada a ordem de serviço para a construção do Centro de Eventos de Irati, no CT Willy Laars. A construtora Torres Novas é a responsável pela obra, que terá 2.300 metros quadrados de área construída.

O Centro de Eventos de Irati deverá contar com um salão principal, dois camarins com sanitários, palco com acesso de plataforma elevatória, camarotes, sala de enfermagem, hall, sanitários, cozinha com churrasqueira, dispensa, bar, guichê, fraldário e bilheteria. A obra terá capacidade de abrigar até 2 mil pessoas.

Ao todo, serão R$ 3 milhões de recursos do Governo do Estado, a fundo perdido, com contrapartida municipal.

Segundo o prefeito Jorge Derbli, a obra servirá para toda a comunidade. “A prefeitura já fez a terraplanagem, o terreno está pronto para receber a obra. É uma obra que vai entender a necessidade da população em geral porque é um Centro de Eventos para diversas atividades, uso de todas as formas, na questão de um casamento, formatura, baile, de uma convenção”, explica.

O secretário municipal de Arquitetura, Engenharia e Urbanismo, Adriano Batista, explica que a obra deve estar pronta em um ano. “Com essa assinatura, a empresa tem um prazo de execução de 12 meses corridos para fazer toda a construção da obra. Tem uma situação que a gente quer tentar que isso aconteça um pouco antes, para que façamos o evento do baile [durante o rodeio de 2020], principalmente, o Baile dos Patrões aqui nesse Centro de Eventos”, disse.

O deputado estadual Artagão Júnior, que também esteve presente na assinatura da ordem de serviço, disse que a obra poderá trazer benefícios a Irati. “Não tenho dúvidas que a agenda deste Centro de Eventos será muito disputada, não só porque ele vai atender eventos do município de Irati, mas como também ele trará para Irati eventos regionais, que fomentarão turismo, fomentarão geração de emprego, fomentarão conhecimento, com palestras, com cursos, com workshops”, disse.

Demora

A demora do processo de assinatura foi comentada pelo prefeito Jorge Derbli durante a cerimônia. O projeto para a construção do Centro de Eventos foi anunciado em 2017, mesmo ano em que os recursos estaduais para a construção também foram anunciados.

Contudo, houve demora na liberação efetiva. “O projeto vai, volta, acerta até ser liberado, e foi autorizado no mandato passado. Como ano passado era ano eleitoral e não pode ser liberado recurso, o nosso projeto ficou. Neste ano novamente voltamos a conversar com o Artagão, e fomos até o deputado Sandro Alex que nos deu apoio, e o governador Ratinho se sensibilizou e continuou o projeto”, disse.

O prefeito ainda destacou que durante o período, o local recebeu melhorias na infraestrutura como o asfalto, barracões de alvenaria e também arquibancadas cobertas.

Parque de exposições

O Centro de Eventos faz parte de um projeto de tornar o CT Willy Laars um parque de exposições. O objetivo é que o local possa receber grandes eventos e funcione de forma similar, por exemplo, ao parque de exposições em Cascavel, que recebe eventos agrícolas como o Show Rural, entre outros.

Segundo o prefeito, há o objetivo de no próximo ano realizar uma feira agrícola, que poderá se chamar Expoirati ou Expoti. “No primeiro ano já era a ideia de fazer aqui uma feira agropecuária no mesmo mês do aniversário da cidade, com o rodeio. A gente quer fazer uma coisa mais ampla como vejo em outras cidades que acontece”, disse.

A intenção é mostrar a diversidade na agricultura iratiense. “Nós temos uma diversificação agrícola e pecuária muito grande na cidade, basicamente a agricultura predomina. Nós precisamos apresentar isso para a região, para o estado do Paraná”, comentou.

O prefeito também disse que a infraestrutura ajudará com que grandes eventos possam ser sediados. “Com a estrutura que vem a cada ano fortalecendo o nosso parque de exposição com barracão, pavilhões, com asfalto, com centro de eventos, nós vamos ter um espaço amplo para fazer a exposição aqui”, disse.

O desafio dos municípios, com parques de exposições prontos para receberem grandes eventos, é tentar fazer com que os locais sejam ocupados em outras datas que não a desses grandes eventos. De acordo com o prefeito, a estratégia de Irati é tentar melhorar a infraestrutura do local e aumentar a manutenção, para atrair eventos.

“Para nós atrairmos o público é ter uma infraestrutura permanente, com luz, água, permanente, não só fazer essas ligações na época do rodeio, mas como aconteceu a Motofest, como aconteceu após o rodeio, uma exposição de máquinas, com um evento de quase 300 agricultores e mais alguns. É um espaço para ser utilizado. Mantendo uma infraestrutura em ordem e bonita já é um atrativo para que eles utilizem o espaço para vários eventos”, disse.

Presenças

Estiveram presentes no evento de assinatura da ordem de serviço o efeito Jorge Derbli, do deputado estadual Artagão Junior, os vereadores Nei Cabral, Wilson Karas, José Bodnar, Alberto Schereda, Rogério Luís Kuhn, Helio de Mello, Marcelo Rodrigues, Edson Luís Elias e Nivaldo Bartoskim, secretários municipais, representantes da construtora e técnicos das secretarias de Arquitetura, Engenharia e Urbanismo e de Planejamento de Irati, diretamente vinculados à obra.

Texto: Karin Franco

Fotos: Assessoria PMI, Ciro Ivatiuk/Hoje Centro Sul

Galeria de Fotos