facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1163 - Já nas bancas!
14/05/2019

Comunidades rurais são parceiras nos sistemas de abastecimento

Em reuniões organizadas pela Sanepar, moradores Teixeira Soares e Prudentópolis foram informados sobre andamento das obras e orientados a se organizarem para gestão dos sistemas

Comunidades rurais são parceiras nos sistemas de abastecimento

Moradores de comunidades rurais de Teixeira Soares e Prudentópolis começam a se organizar para cuidar dos sistemas de abastecimento de água em implantação pela Sanepar. Para explicar aos moradores como funcionam os sistemas rurais de abastecimento, a Sanepar promoveu, em abril, reuniões nas localidades de São Joaquim, Ponte Alta e Rosamaria.

Em São Joaquim, no município de Teixeira Soares, a Sanepar começou a segunda etapa das obras para a implantação do sistema. “Os materiais hidráulicos já foram liberados pela Sanepar, e a prefeitura deve iniciar a abertura das valas para assentar a tubulação no início de maio”, disse a coordenadora de Parcerias da Gerência de Projetos e Obras Sudeste da Sanepar, Gisele Lopes Martins.

Ela explica que os sistemas rurais são construídos em parcerias entre Sanepar, prefeituras e comunidades. A Sanepar elabora os projetos, fornece materiais hidráulicos e instalações eletromecânicas; a prefeitura dá a mão de obra; e a própria comunidade é quem faz depois a gestão do sistema. Para isso, recebe da Sanepar capacitação e apoio técnico para organização, operação e manutenção do sistema.

“Tudo isso é explicado durante as reuniões sociais da Sanepar com as comunidades beneficiadas. O objetivo é contribuir com a saúde e o desenvolvimento desses locais, ao promover acesso à água tratada”, relata Gisele.

O sistema de São Joaquim terá 45 km de rede de distribuição que vão atender cerca de 130 famílias. Destes, 22 km já estão assentados.

Prudentópolis

Em Prudentópolis, as 127 famílias da localidade de Ponte Alta se preparam para colocar em funcionamento o sistema de abastecimento. A comunidade já formou sua Associação da Água e elegeu diretoria, operador e conselheiros. “A comunidade está ansiosa pelo momento da entrega da obra, que já está em fase final”, diz Gisele. Ela ressalta que Prudentópolis é um exemplo de conclusão da obra antes do período de término do contrato, previsto para dezembro.

Já foram assentados os 25,6 km de rede de distribuição. Nos próximos dias, a Sanepar vai fazer as instalações elétricas para levar a água tratada a cada uma das famílias de Ponte Alta.

Texto/Foto: Assessoria Sanepar