facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1093 - Já nas bancas!
08/11/2018

Editorial - Turismo regional

Editorial - Turismo regional

O fato de que a região Centro-Sul possui um potencial turístico enorme é algo conhecido por todos.  Tão conhecido, que há ações pontuais em vários municípios tentando alavancar o desenvolvimento local. No entanto, muitas ações não são coordenadas e pouco se consegue obter das ações realizadas em alguns locais.

Mas se em alguns lugares, ações que pretendem promulgar o turismo local não dão os resultados desejados, em outros, muitas ações conseguem atingir o que se pretende.

Isto tem sido visto em Prudentópolis que tem seguido o famoso ditado “quem não é visto, não é lembrado”. O município tem se exposto ao longo dos anos em vários lugares do Brasil levando sua cultura e programações, de forma a atrair turistas.

Vale ressaltar que as ações não são recentes, e que exatamente pelas suas belezas naturais, o município ganhou mais atenção. Contudo, Prudentópolis soube ao longo dos anos aproveitar essa atenção tida e conseguiu explorar de forma turísticas diversas peculiaridades.

Desde a intensa cultura ucraniana até a religiosidade existente, passando por belezas naturais. Tudo isso virou atração turística. Visitantes e mais visitantes descobrem as belezas do município. E junto consomem no município e trazem recursos de fora para o desenvolvimento local.

Um exemplo disso aconteceu no último feriadão. Após uma grande promoção da cultura ucraniana ao longo dos anos, Prudentópolis sediou a 25ª edição do Festival Nacional de Danças Ucranianas. O evento rendeu uma visita do embaixador da Ucrânia, além de mais de 600 bailarinos vindos de diferentes estados brasileiros e do Paraguai. Todos os visitantes, além de se apresentar para o público prudentopolitano, também usou dos serviços do município, como hotéis, restaurante e também os pontos turísticos.

Outro exemplo é o Pinheiro de Pedra, capa desta edição, que se tornou uma alternativa turística, após a realização de uma caminhada pela natureza, feita pela Prefeitura de Prudentópolis, em parceria com a Emater. Desde então, o local é visitado, especialmente após a divulgação da caminhada que passou pelo lugar.

O que Prudentópolis possui é o que os empresários chamam de “know-how”, isto é, Prudentópolis aprendeu como usar situações para promover o turismo local. É fato que ainda precisam de investimentos, como placas sinalizando caminhos e melhoria em alguns acessos, mas o que o município conseguiu fazer é um ótimo exemplo para a região se inspirar e realizar de forma conjunta a criar um verdadeiro complexo turístico na região.