facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1063 - Já nas bancas!
02/01/2018

Câmara de Irati devolve R$ 510 mil ao Executivo

Câmara de Irati devolve R$ 510 mil ao Executivo

Na tarde desta terça-feira (02), o presidente da Câmara Municipal de Irati, Helio de Mello,  fez a entrega de um cheque simbólico, no valor de R$ 510 mil, ao prefeito Jorge Debli. O valor correspondeu à quarta devolução de recursos do Legislativo para o Executivo do ano de 2017. Isso porque, como explicou o presidente da Câmara, os R$ 510 mil foram creditados na conta do Município em 22 de dezembro, antecipando a devolução final de recursos.  Ao todo, a Câmara Municipal devolveu R$ 2.104.000 (dois milhões, cento e quatro mil reais) em 2017, resultado de economia dos vereadores.

O prefeito Jorge Derbli agradeceu ao Legislativo a forma como a relação entre os poderes está acontecendo. “É a Câmara e a Prefeitura trabalhando juntas. Quero enfatizar esta sintonia que temos entre o Executivo e o Legislativo”, declarou. “Juntos, estamos trabalhando, economizando e empregando bem o dinheiro público”, destacou o prefeito.

O presidente da Câmara Helio de Mello enfatiza que toda economia foi feita pensando em atender as necessidades mais urgentes da população. E para devolver ao Executivo mais de R$ 2 milhões ele cita, como exemplo, o fato da Câmara de Irati não possuir veículos, nem assessores particulares para cada vereador.  

Durante a solenidade, da qual participaram vereadores, secretários municipais, e seu vice-prefeito Amilton Komnitski, Derbli fez questão de relembrar cada uma das quatro devoluções de recursos feitas pela Câmara Municipal em 2017.

“Em julho, recebemos o valor de R$ 1.100,00, que foram aplicados na compra de duas patrolas novas, pagamento dos estagiários no recadastramento biométrico, curso para a Guarda Municipal e custos do PMAE”, iniciou.

Em novembro, houve o segundo repasse, no valor de R$ 100 mil, destinado à compra de um equipamento para criar uma sala climatizada na Santa Casa de Irati, que Helio de Mello justifica: “Ajudando a Santa Casa, estamos ajudando toda a população”.

Ainda em novembro, a terceira devolução de recursos foi reservada para aquisição de um terreno para a escola da Vila Nova.

“Quando estivemos em Brasília, havíamos pleiteado junto ao Governo Federal o Auxílio Federal aos Municípios (AFM) no montante de R$ 700 mil, valor este que acabou não vindo. Então, em dezembro, pedimos à Câmara uma antecipação da devolução, que corresponde a este cheque simbólico, no valor de R$ 510 mil”, disse Derbli.

Hélio de Mello enalteceu o clima de bom relacionamento e parceria entre Executivo e Legislativo e pediu para que os secretários olhem com carinho para os representantes do povo e os seus pedidos. “Nós temos, entre outras funções, cuidar e fiscalizar da correta aplicação do dinheiro público. E é por isso que preferimos economizar na nossa estrutura de trabalho para poder retornar ao Executivo valores que possam amenizar minimamente as dificuldades econômicas pelas quais passam os municípios”.

 

Texto: Da Redação/Hoje Centro Sul

Foto: Assessoria PMI