facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 997 - Já nas bancas!
12/06/2017

ESTAR deve voltar a funcionar normalmente em 45 dias, segundo Derbli

ESTAR deve voltar a funcionar normalmente em 45 dias, segundo Derbli

Em Irati, nas últimas semanas, o Estacionamento Regulamentado, ESTAR, tem gerado diversos questionamentos. Cidadãos, empresários e vereadores reclamam que a reduzida fiscalização do sistema trouxe de volta o problema da falta de vagas para estacionamento na área central da cidade, o que prejudica o comércio. Este foi um dos temas discutidos durante a reunião da Comissão Municipal de Trânsito de Irati, terça-feira (06), que teve a presença do prefeito Jorge Derbli.

Ele destacou que, através do edital de Concurso Público Nº 007.001/2017, a Prefeitura Municipal de Irati convocou 15 candidatos aprovados em Concurso Público para atuar como agentes de estacionamento. A convocação foi feita no último dia 31 de maio e os candidatos tinham cinco dias úteis para se apresentar, com a documentação necessária, para assumir seus cargos. “Agora, os novos agentes de estacionamento passarão por treinamento e atuarão na fiscalização do ESTAR em aproximadamente 45 dias”, afirmou Derbli.

O prefeito explicou que aos agentes da Guarda Municipal que estavam fazendo a fiscalização do ESTAR estavam em desvio de função, pois a finalidade da atuação dos concursados para a Guarda Municipal é de preservar o patrimônio público, não de fiscalizar o trânsito. Este problema deve ser resolvido com a convocação dos 15 agentes de estacionamento, aprovados no ano passado em Concurso Público, que foi homologado através do edital Nº 06.001/2016 de 30 de junho de 2016.

Terceirização

Ainda durante a reunião da Comissão Municipal de Trânsito de Irati houve uma apresentação de uma empresa privada que detalhou um estudo de viabilidade técnica para uma possível terceirização da fiscalização e controle do ESTAR, no município.

Porém, de acordo com o estudo apresentado, a aplicação das sanções, ou seja, das multas de trânsito em caso de irregularidades, deverá continuar sendo feita apenas pelos agentes de estacionamento concursados.

Caberia ao município realizar um processo licitatório para a contratação de empresa terceirizada para auxiliar no controle do sistema de Estacionamento Regulamentado, ESTAR, desonerando o município. Pelo estudo apresentado, tal empresa colocaria outros 15 agentes de trânsito para dar apoio aos agentes de estacionamento concursados, ampliando a fiscalização em Irati. Também seria responsável pela sinalização de trânsito no perímetro do ESTAR – placas, faixas de pedestre e demais indicativos previstos no Código de Trânsito,  o que traria economia para o município. 

Texto: Da Redação/Hoje Centro Sul

Foto: Ciro Ivatiuk e Karin Franco /Hoje Centro Sul

Galeria de Fotos