facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 977 - Já nas bancas!
20/04/2017

Estrada entre Irati e São Mateus do Sul é tema de reunião com secretário de Infraestrutura

Audiência pública que apresentará o projeto para a comunidade acontecerá no dia 3 de maio

Estrada entre Irati e São Mateus do Sul é tema de reunião com secretário de Infraestrutura

O secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho (Pepe Richa), esteve na prefeitura de Irati no fim da tarde desta segunda-feira (17) para participar de uma reunião. Entre os objetivos do encontro esteve a discussão de aspectos técnicos da implantação da pavimentação asfáltica da PR-364, entre Irati e São Mateus do Sul.

Durante a reunião, Pepe Richa anunciou que as audiências públicas exigidas pelo processo acontecerão no dia 3 de maio. “O BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) fez uma relação junto conosco, através de reuniões técnicas que temos lá em Curitiba e agendou duas audiências públicas: uma aqui em Irati e uma em São Mateus”, disse. Em Irati, a audiência acontecerá às 16h, no auditório da 4ª Regional de Saúde.

De acordo com o secretário, o cronograma dos trâmites está conforme o planejado e a obra será iniciada no início do próximo ano. “A única questão que leva um pouco mais de tempo, que é uma obrigatoriedade por parte do BID, é uma licitação internacional. Ela é diferente das licitações que estamos acostumados a fazer, que leva em torno de três meses. Essa não. Leva seis meses. Então, a nossa programação é que iniciando agora na metade do ano, nós tenhamos a licitação concluída até o finalzinho do ano, mais tardar no começo do ano que vem, para poder ano que vem lançar a obra”, explica.

A obra na PR-364 faz parte de um conjunto de projetos que serão realizados através de recursos do BID e do governo estadual. Ao todo são U$ 430 milhões, sendo que U$ 235 milhões de financiamento do BID e U$ 200 milhões de contrapartida do estado. A obra entre Irati e São Mateus do Sul terá uma extensão de 47,7 km e está orçada em R$ 140 milhões.

Em entrevista, o secretário também destacou que o governo estadual tem realizado reuniões semanais com os técnicos do BID e que funcionários estão sendo capacitados para trabalhar com a modalidade de licitação internacional. “Temos discutido muitas questões que possam atrapalhar esse cronograma, fomos superando e hoje vemos que estamos mais tranquilos”, disse.

Ele ainda falou sobre o impacto que essa obra poderá gerar na região. “Isso não vai atender apenas um município, irá atender toda uma região e o estado. É uma ligação importante para parte do estado, que atende muito bem a economia, movimenta a nossa economia”, disse.

Pedidos

Para o prefeito de Irati, Jorge Derbli, a reunião foi positiva. Ele também aproveitou o momento para apresentar demandas do município. “A gente aproveitou para fazer alguns pedidos para a nossa população como esse convênio com a secretaria para fornecer material asfáltico, fazer o recapeamento em toda a extensão dos 13 km da estrada que liga Irati a Gonçalves Júnior. Foi feito o reparo emergencial esses dias, mas a gente precisa de mais esse volume, esse  aporte financeiro do estado “, conta.

Pepe Richa destacou que já passou pelo trecho e vê a necessidade da obra. “Essa de Gonçalves Junior eu mesmo tive a oportunidade de passar ali no passado, sei da necessidade. Estamos nos debruçando para encontrar uma solução para poder atender, de repente entramos ali com material asfáltico, prefeitura com mão de obra executando diretamente também, que faria a obra mais barata”, disse.

Outro pedido foi em relação às pontes. “Temos muitas pontes no interior para recuperar e temos vários ofícios, temos já liberação de uma lá no Taquari, divisa com Rio Azul, uma ponte que vai ser construída em parceria entre prefeitura de Irati e Rio Azul, com o DER fornecendo as vigas, e tantas outras que quero recuperar”, disse Derbli.

O prefeito aproveitou a oportunidade e também apresentou o projeto de um centro de eventos no CT Willy Laars. O projeto consiste em uma construção de 1.500 m² onde deverão ocorrer os tradicionais bailes do rodeio. “Estamos buscando uma parceria com estado para a gente conseguir recursos para fazer”, comentou.

Inácio Martins

Ainda durante a passagem, o secretário comentou sobre a obra que está sendo realizada entre Inácio Martins e Guará. Segundo ele, a obra foi complexa devido à quantidade de água e pedra que o local possuía. Mesmo assim, o secretário disse que ela deverá ficar pronta dentro do prazo. “Mais um pouco nós terminamos de pavimentar 40% do trecho, faltando 60% do trajeto. Acho que isso vai transcorrer bem, que o mais  difícil que estamos superando é essa movimentação de material de terceira, ou seja, as pedras e a questão de drenagem para conter essa quantidade de água ali na região”, explicou.

Texto/Fotos: Karin Franco/Hoje Centro Sul