facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1005 - Já nas bancas!
20/04/2017

Vacinação da gripe já está disponível em Irati

Vacinação da gripe já está disponível em Irati

Nesta segunda-feira (17), a Secretaria Municipal de Saúde de Irati iniciou a 19ª campanha de vacinação contra influenza que irá se estender até o dia 26 de maio.

Neste ano, o dia D de mobilização será 13 de maio e, a exemplo dos outros anos, a vacinação será realizada com os grupos prioritários para receber a vacina.

Segundo a enfermeira Denise Homiak Fernandes, da Vigilância Epidemiológica Municipal, “os objetivos da vacinação são reduzir as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza, na população alvo”.

Em Irati, a vacina é encontrada nas unidades da Secretaria Municipal de Saúde, Rio Bonito, Ademar Vieira de Araújo, Vila São João, Lagoa, Engenheiro Gutierrez, Riozinho, Guamirim, Pirapó, Itapará e Palmital.

Grupos

A partir de 2017, a meta de vacinação passa de 80% para 90% de cada um dos grupos prioritários.

Estão incluídos nos grupos prioritários crianças de 6 meses a 4 anos, 11 meses e 29 dias, gestantes, puérperas (até 45 dias pós-parto), idosos a partir de 60 anos, povos indígenas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, trabalhador de saúde dos serviços públicos e privados, professores ativos de escolas públicas e privadas (ensino infantil, fundamental, médio e ensino superior).

Também devem receber a vacina pessoas de cinco a 59 anos portadoras de doenças crônicas e condições especiais, como respiratória crônica, cardíaca crônica, renal crônica, hepática crônica, neurológica crônica, diabetes, imunossupressão, obesidade grau 3, transplantados, portadores de trissomias (síndromes de Down, de Klinefelter e de Wakany).

É obrigatória apresentação da prescrição médica indicando qual é a patologia ou então a receita de uso contínuo.

Este ano foi acrescentado o grupo dos professores de escolas públicas e privadas, desde que estejam atuando em sala de aula. Para receber a vacina os professores devem apresentar no ato da vacinação uma declaração fornecida pela escola, dizendo que a pessoa é professor ativo (sendo responsabilidade da escola a veracidade destas informações), documento com foto, carteira de vacinação e cartão SUS.

A documentação exigida para vacinação de qualquer pessoa é documento com foto, cartão SUS e carteirinha de vacinação. Para os portadores de comorbidades, é exigida a indicação médica ou receita de uso contínuo, e para os professores, a declaração da escola.

Reações e restrições

Dentre as reações adversas mais comuns que eventualmente podem surgir, destaca-se a dor local, febre, mal-estar e dor muscular. “São sintomas que se resolvem comumente em 48 horas”, explica Denise.

A vacina contra influenza é contraindicada para quem teve histórico de reação alérgica grave às proteínas do ovo ou produtos com ovos, assim como a qualquer outro componente desta vacina, ou de outra vacina com os mesmos componentes.

Os doadores de sangue, de acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que tiverem sido vacinados contra influenza, devem ser considerados como inaptos para doação, temporariamente, pelo período de 48 horas.

Texto/Foto: Assessoria PMI